Auto Ajuda – Dicas para recuperar

Se precisas de ajuda e queres tentar melhorar, aqui estão algumas dicas e sugestões. Mas lembra-te que esta auto-ajuda pode não ser suficiente para superares um problema alimentar pois é quase sempre necessária a ajuda profissional para a recuperação de um distúrbio alimentar.

Para todos:

  • Procura ajuda de outra pessoa
  • Bebe 6 – 8 copos de água por dia
  • Não te peses mais do que uma vez por semana
  • Assegura-te que passas um bom tempo com os seus amigos e familiares. Aproveita quando estás com eles.
  • Assuma o controle da sua vida. Faça escolhas cuidadosamente e deliberadamente. Faça a sua situação de vida segura e confortável.
  • Todos os dias faz algo divertido, algo relaxante, algo energizante.

Anorexia nervosa

  • Não faças dieta. Nunca. Em vez disso planeia um plano de refeições que dê ao teu corpo todos os nutrientes de que necessita para uma boa saúde e crescimento.
  • Pede a alguém que confies para dar uma opinião honesta sobre o teu peso actual. Se disserem que estás com um peso normal, ou magra, acredite neles. Reforço, acredite neles !
  • Evita os laxantes, pílulas de dieta e diuréticos.
  • Não veja revistas de celebridades, e sites na internet que promovem a anorexia e a magreza.
  • Evita ter pensamentos sobre engordar e ficar com ansiedade, pergunta porque razão estás com medo.
  • Estou a interpretar mal a sensação de “gordura” ?
 

Bulimia nervosa e compulsão alimentar

  • Mantem o controlo sobre os teus sentimentos. Não te deixes ficar com muita fome, muito zangada, muito solitária, muito cansada, ou com tédio. Todos estes estados podem accionar uma compulsão. Presta atenção a isso, e quando eles aparecerem, lide com eles de uma maneira saudável em vez de deixar a tensão se construir ou até comer compulsivamente e vomitar.
  • Faz um plano de refeições com um profissional de saúde. Por exemplo, 3 refeições e 3 lanches por dia.
  • Mantem-te ocupada nos momentos em que é mais provável vomitares e evita teres tempo livre. Tempo livre é muito facilmente preenchido com ingestão de comida e/ou vomitar .
  • Come alimentos mais saudáveis, ao invés de alimentos ricos em açúcar
  • Come uma porção pequena, se não consegues resistir.
 

Pensa de forma diferente

  • Para! Faz uma pausa, respira, não reajas imediatamente
  • Compreende as ligações entre pensamentos, sentimentos e comportamentos
  • Diz a ti mesmo: Eu consigo eu sou forte e capaz!
  • Não faças comparações
  • Estou subestimando a minha capacidade de lidar com esta situação?
  • Eu não tenho que ser 100% perfeito.
  • Estou colocando mais pressão sobre mim mesmo, a criação de expectativas de mim que são quase impossíveis? O que seria mais realista?
  • Só porque eu me sinto mal, não significa que as coisas sejam más.
  • Estou exagerando os aspectos positivos dos outros, colocando-me em baixo? Ou estou exagerando os efeitos negativos e minimizando os pontos positivos?

Ao lidar com situações e sentimentos

  • Não reajas imediatamente! Respira fundo…
  • Concentra a tua atenção totalmente noutra actividade
  • Faz algo diferente
  • Ouve musica, mas evita canções tristes se estás deprimida.
  • Conversa com alguém
  • Arranja um hobby, se não tiveres arranja um
  • Anota os teus pensamentos e sentimentos – tirá-los da sua cabeça
  • Dá um passo de cada vez .
  • Mime-se – faz algo gostas, ou faz algo relaxante
  • Faz algo criativo, como um desenho ou outra coisa
  • Encontra uma forma alternativa e mais saudável de lidar com a angústia
Espero que estas dicas te sejam úteis, e que te ajudem a superar o teu disturbio alimentar. Lembra-te há sempre esperança. Boa sorte !
Nao Podemos mudar o passado, mas podemos sempre mudar o futuro!

Calculadora de IMC

 
Não há nada impossível, porque os sonhos de ontem são as esperanças de hoje e podem converter-se em realidade amanhã. Não interessa o que você esteja passando agora, lembre-se, há sempre esperança. Não desista.

Recursos para download

Pretendemos ajudar quem precisa!

A nossa missão é ajudar as pessoas cujas vidas são afectadas por distúrbios alimentares. Para isso neste site apresentamos informação de auto-ajuda, bem como formas de ajudar o seu proximo, quer seja seu filho ou amigo. Se você sabe que alguem está ou possa estar a passar por desordens alimentares não ignore, faça algo. Divulgue este site de forma a melhorar a vida das pessoas com problemas alimentares!

Acompanhe-nos nas redes sociais!

Twitter | Facebook
Copyright © Disturbios Alimentares.