Consequências da bulimia nervosa

As consequências da bulimia na saude de uma pessoa podem ser devastadoras. A Bulimia pode-se desenvolver depois de uma pessoa ter seguido uma dieta restritiva. A bulimia também pode ser desencadeada por um evento stressante, quando a comida lhe dá uma sensação de conforto. Sentindo-se culpada e envergonhada pode vomitar para evitar o ganho de peso. Isso inicia o ciclo e que se torna um hábito.

A bulimia desenvolve-se, e você não pode comer no início do dia. Mas depois você pode comer muito, especialmente no final de um dia stressante.

Os Vómitos faz o corpo liberar endorfinas, que são substâncias químicas naturais que fazem você se sentir bem. Eventualmente, você pode fazer-se vomitar, mesmo se você não comeu demais para que você se possa sentir bem. Logo você perde o controlo. Os repetidos vómitos, jejum , demasiado exercício, ou mal uso laxantes, diuréticos, xarope de ipeca, ou enemas acabará por causar graves problemas de saúde a longo prazo.

Consequências cognitivas

  • Perda de interesse em outras actividades
  • Realidade distorcida sobre alimentação e forma corporal
  • Negação
  • Minimização
  • Culpar
  • Passa uma atitude irrealista / distorcida e crenças sobre alimentos aos mais novos
  • Dificuldade de concentração
  • Problemas da memória
  • Dificuldade de compreensão
  • Dificuldade em tomar decisões

Consequências Sociais:

  • Isolamento
  • Sigilo
  • Desconfiança interpessoal
  • Diminuição do interesse sexual

Após a bulimia se tornar um padrão, é muito difícil voltar a comer normalmente, sem ajuda. Os comportamentos alimentares pouco saudáveis podem continuar por muitos anos antes de uma pessoa procurar tratamento.

Consequencias da bulimia a longo prazo

Se não for tratada, a bulimia a longo prazo pode levar a graves problemas de saúde. É comum as pessoas esconderem de que tem problemas durante uns anos. Até ao momento de os outros descobrirem a doença, muitas pessoas com bulimia já tem sérios problemas. Estes variam de leve a grave, dependendo do tipo de comportamentos de purga e quanto tempo eles continuaram.

Consequências da bulimia na saúde:

  • A deterioração dos dentes, dores de dentes, gengivas inchadas (gengivite), e erosão do esmalte dentário . Estas são causadas pelo ácido na boca de vómito.
  • Osteoporose.
  • Distúrbios electrolíticos e alterações no metabolismo que pode levar a problemas de coração, como arritmia e até morte.
  • Desidratação, que pode levar a fraqueza, desmaios , ou danos nos rins.
  • Inflamação ou lágrimas do esófago, que pode causar vómito sangrento.
  • Inchaço das glândulas salivares.
  • Desmaio ou perda da consciência, geralmente por causa da baixa pressão arterial.
  • Batimento cardíaco anormal (arritmia).
  • A baixa temperatura do corpo.
  • Risco de suicídio quando se sente desanimado por ter uma recaída ou bulimia,
  • Problemas devidos ao abuso de laxantes.

O uso excessivo de medicamentos para causar vómitos e podem levar à diarreia, fraqueza, baixa da pressão arterial, dor no peito, e dificuldade respiratória.

Uma pessoa pode morrer por excesso de uso prolongado desses medicamentos.

Outros problemas causados pela bulimia como problemas de saúde mental muitas vezes ocorrem juntamente com a bulimia, que podem fazer o tratamento levar mais tempo ou fazer a bulimia mais difícil de tratar.

Consequências Emocionais:

  • Depressão, que geralmente ocorre com os disturbios alimentares e aumenta os sentimentos relacionados com a culpa, ansiedade e obsessão.
  • Medo de ser descoberto
  • Constrangimento
  • Abuso de substâncias, que ocorre em cerca de um quarto das pessoas com bulimia.
  • Vergonha
  • Transtorno de personalidade
  • Baixa auto-estima
  • Transtorno obsessivo-compulsivo.
  • Ansiedade social ou outras fobias.
  • Pânico ou ataques de pânico.


Embora a bulimia seja um distúrbio de longa duração associados a problemas de saúde graves, este pode ser tratado com sucesso. A maioria das pessoas que procuram tratamento para a bulimia ficam melhor. Cerca de metade das pessoas com bulimia recuperam completamente com o tratamento.

Embora o tratamento seja geralmente bem sucedido, a bulimia é um distúrbio de longa duração, e contratempos podem ocorrer. O regresso dos sintomas é especialmente comum quando uma pessoa continua a dieta ou tem rituais ligados à alimentação (como o planeamento do dia em torno de uma hora de compulsão) e não é certo que ele ou ela esteja pronto para mudar. Mas, com tratamento e paciência, a maioria das pessoas pode, eventualmente, superar a bulimia.

A bulimia entre adolescentes com diabetes tipo 1 está se tornando mais comum. Estes adolescentes muitas vezes perdem peso antes da sua diabetes ser detectada, em seguida, rapidamente ganham peso quando o tratamento começa.

Se gostou, partilhe!

Pretendemos ajudar quem precisa!

A nossa missão é ajudar as pessoas cujas vidas são afectadas por distúrbios alimentares. Para isso neste site apresentamos informação de auto-ajuda, bem como formas de ajudar o seu proximo, quer seja seu filho ou amigo. Se você sabe que alguem está ou possa estar a passar por desordens alimentares não ignore, faça algo. Divulgue este site de forma a melhorar a vida das pessoas com problemas alimentares!

Acompanhe-nos nas redes sociais!

Twitter | Facebook

Copyright © 2012 Disturbios Alimentares.