O que é compulsão alimentar

As pessoas com compulsão alimentar comem uma quantidade anormalmente grande de comida, sentem-se fora de controlo e incapacidade de parar. Um episodio de compulsão alimentar pode durar duas horas, ou a maior parte do dia.

Ao contrário da bulimia ou anorexia, as pessoas com compulsão alimentar não vomitam nem fazem muito exercício físico nem comem apenas pequenas quantidades de apenas certos alimentos. Devido a isso, as pessoas com compulsão alimentar são frequentemente obesos ou com excesso de peso.

O ciclo de compulsão alimentar

A comida pode ser reconfortante durante um episodio de compulsão alimentar, mas depois a realidade sobe ao de cima e o arrependimento vem. O ganho de peso e obesidade só reforça voltar a comer compulsivamente.

Eles usam a comida para lidar com a aparência ou outras situações. O que leva a um ciclo vicioso: comem para se sentirem melhor, sentem-se pior ainda depois disso e voltam outra vez a comerem para sentirem alivio.

Sinais e sintomas de compulsão alimentar

O que as pessoas com compulsão alimentar fazem:

  • Comem mais rapidamente que o normal durante episódios de compulsão alimentar.
  • Comem até que estejam desconfortavelmente cheios
  • Sentem-se com stress que só é aliviado comendo
  • Comem quando não estão com fome
  • Nunca se sentir satisfeito, mesmo depois de ter comido muito
  • Escondem comida para mais tarde comer em segredo
  • Comem sozinhos por constrangimento
  • Tentativas fracassadas de dietas.
  • Sentem-se deprimidos ou com culpa depois de comer
  • Desespero para controlar o peso e hábitos alimentares

A tentativa de controlar as emoções negativas, como stresse, depressão, solidão, medo e ansiedade leva há compulsão alimentar. Quando você parece triste ou teve um dia mau a comida é o seu alivio.

A compulsão alimentar afecta mais frequentemente um pouco mais as mulheres do que homens.

O que causa compulsão alimentar

Não há uma certeza sobre as causas e a natureza da compulsão alimentar. Os distúrbios alimentares provavelmente envolvem uma actividade anormal em diferentes áreas do cérebro.

Factores que podem afectar a compulsão alimentar:

Depressão

Metades das pessoas com compulsão alimentar estão deprimidas ou foram pressionadas no passado.

Capacidade de enfrentar as situações

Estudos sugerem que as pessoas com compulsão alimentar tem problemas a lidar com algumas das suas emoções. Muitas pessoas tem compulsão alimentar dizem que estão comraiva, tristes, chateados, preocupados ou stressados e isso pode levá-los a comer compulsivamente.

Causas biológicas

Anormalidades biológicas podem contribuir para a compulsão alimentar. Por exemplo, o hipotálamo (a parte do cérebro que controla o apetite) pode não fazer o envio sobre a fome e a saciedade. Uma mutação genética pode tambem causar vício em comida. Finalmente, há evidências de que os níveis baixos de serotonina do cérebro desempenham um papel na alimentação compulsiva.

Consequências da compulsão alimentar

As pessoas com compulsão alimentar relatam problemas de saúde como stress, dificuldade em dormir e pensamentos suicidas.

Problemas de saúde:

  • Obesidade
  • Diabetes tipo 2
  • Pressão alta
  • O colesterol alto
  • doença da vesícula biliar
  • doença cardíaca
  • Certos tipos de cancro

Problemas mentais:

  • Ansiedade
  • Depressão
  • Os transtornos de personalidade

É importante saber o que é compulsão alimentar e efectuar tratamento, só assim as pessoas que sofrem deste disturbio podem melhorar.

Pretendemos ajudar quem precisa!

A nossa missão é ajudar as pessoas cujas vidas são afectadas por distúrbios alimentares. Para isso neste site apresentamos informação de auto-ajuda, bem como formas de ajudar o seu proximo, quer seja seu filho ou amigo. Se você sabe que alguem está ou possa estar a passar por desordens alimentares não ignore, faça algo. Divulgue este site de forma a melhorar a vida das pessoas com problemas alimentares!

Acompanhe-nos nas redes sociais!

Twitter | Facebook
Copyright © Disturbios Alimentares.